O que fazer em Munique

2018: O que fazer em Munique – Os 10 melhores pontos turísticos (Parte 2)

Esse post é continuidade do post anterior (2018: O que fazer em Munique – Os 10 melhores pontos turísticos – Parte 1), caso não tenha lido ainda, recomendamos clicar aqui para conferir.

 
Viktualienmarkt
O Viktualienmarkt, localizado na Cidade Velha (Altsadt), poucos metros da Marienplatz, é o mercado de agricultores mais antigo da cidade (remonta a 1807). Aberto seis dias por semana, contém cerca de 140 barracas com comerciantes vendendo de tudo, desde pão fresco a salsichas e mel até flores frescas, açougue, peixaria, padaria, loja de bebidas, de queijos e de embutidos. Tendas que vendem frutas, outras com verduras e legumes. E também artesanato. É o mercado mais diversificado de Munique!
 
Você também pode desfrutar de uma cerveja sob árvores no Viktualienmarkt biergarten.
 
O mastro do Viktualienmarkt com as figuras tradicionais da Bavária, é um ponto de encontro comum dos locais e dos turistas. Próximo ao mercado, fica o Eataly de Munique, outra excelente opção para almoço e jantar.
 
Endereço: Viktualienmarkt 3, 80331 Munique
 

Residenz
Por séculos foi a sede dos duques, eleitores e reis da Baviera. É, sem dúvida, um dos palácios mais espetaculares da Europa. O vasto complexo do Residenz compreende três secções principais: o Königsbau, que se encontra em Max-Joseph-Platz; Alte Residenz, com vista para a Residenzstrasse; e o Festsaalbau (Banqueting Hall) com vista para o Hofgarten. A primeira seção a ser construída, deste enorme complexo, foi o magnífico Antiquarium. Construído em 1579 e agora parte do Museu Residenz. 
 
A Alte Residenz, uma obra-prima do final do Renascimento e testemunho do crescente poder da Baviera, seguiu logo depois, e os demais componentes – o Neoclassical Königsbau, o Festsaalbau e a Igreja do Tribunal – foram concluídos em 1848. Hoje, o Residenz abriga vários monumentos e museus, incluindo o Museu Residenz, o Museu do Tesouro, a Igreja do Tribunal de Todos os Santos (Allerheiligen-Hofkirche) e  o Cuvilliés-Theatre. Certifique-se de explorar o belo Court Garden, bem como as inúmeras fontes e jardins internos.
 
Curiosidades
No final dos anos 1300, quando a família real de Wittelsbach decidiu que seu palácio era muito pequeno, encomendaram a construção do Palácio Real de Residenz. Dentro, você encontrará as Jóias da Coroa, a Coleção Estadual de Arte Egípcia, o Teatro Residenz / Cuvilles e a Sala de Concertos Herkulessaal. Fora seus pátios, fontes, grutas, uma sala de medicina, uma capela e muito mais.
 
Ele foi aberto ao público apenas em 1920.
 
A residência sofreu grandes danos na Segunda Guerra Mundial, mas desde então foi restaurada o máximo possível; hoje, é considerado um dos melhores museus do palácio da Europa. Os Wittelsbach recolheram obras de arte e objetos durante séculos, de modo que os visitantes poderão ver excelentes coleções de porcelana, pinturas, objetos de prata, móveis raros, candelabros e esculturas.
 
Endereço: Residenzstrasse 1, 80333 München
 

BMW Welt & Museum

BMW Welt (BMW World) é um espaço dedicado a uma dos produtos mais famosos da Alemanha, o carro! Vale a pena visitar – primeiro por conta dos carros, e depois por conta da arquitetura contemporânea do edifício, que é belíssima. Na BMW Welt é possível ver os mais recentes carros, e motocicletas da empresa. A principal atração é uma grande máquina de venda automática que os novos proprietários podem usar para escolher seus carros. Depois de escolher seu carro dos sonhos, dirija-se ao museu BMW próximo para aprender um pouco mais sobre a história da empresa. Ambos estão localizados no lado leste do Olympiapark e são acessados por U-bahn na estação Olympiazentrum.
 
O BMW World é gratuito, mas o Museu BMW cobra 10 € para adultos e € 7 para crianças, estudantes, idosos e militares. Para mais informações sobre horas e exposições, visite o site.
 
Endereço: Am Olympiapark 1, 80809 München
 

Nymphenburg Palace
A casa de verão da família real de Wittelsbach, o Schloss Nymphenburg (Palácio de Nymphenburg) se encontra ao oeste da cidade – com seus terrenos cobrindo quase 500 hectares. O palácio não é tão elaborado quanto outros na Europa, mas possui alguns aspectos interessantes, como a “Galeria das Belezas” do Rei Ludwig I, uma galeria de retratos de 36 lindas mulheres e seu imenso jardim. Não deixe de visitar o Marstallmuseum (Museu das Carruagens reais), o alojamento de caça Amalienburg e o Pagodenburg (para banhos de chá reais).
 
Recomenda-se uma visita na primavera ou no verão, quando os terrenos do palácio estão em plena floração; As caminhadas na floresta são particularmente agradáveis no tempo quente.
 
Curiosidades
O Pavilhão Central, um palácio em forma de cubo ao estilo de uma villa italiana, concluído em 1674 e que abriga o Hall de Pedra de três andares (Steinerner Saal) é ricamente decorado e uma série de câmaras privadas com mobiliário e arte finos. Também é de se destacar a Capela do Palácio (Kapellenstock) com sua pintura de teto maravilhosamente expressiva que ilustra a vida de Maria Madalena e o Marstallmuseum. Certifique-se de visitar o Amalienburg, uma pousada de caça palaciana conhecida pelo famoso Hall of Mirrors (Sala dos espelhos). O magnífico Parque Nymphenburg do século XVII também merece uma visita. Os destaques deste encantador jardim murado incluem seus vários vasos e estátuas de mármore de deuses gregos, uma grande fonte e uma série de estufas antigas, incluindo a Palm House, que abriga o primeiro sistema de aquecimento de água quente da Alemanha. 
 
Endereço: Schloss Nymphenburg 1, 80638 München
 

 
Königsplatz e o distrito de Kunstareal
 
Uma das praças mais movimentadas e populares de Munique, a Königsplatz foi desenhada em estilo neoclássico em 1862 e é o lar de muitas das principais atrações da cidade. É aqui que você encontrará o famoso bairro de Kunstareal da cidade, onde estão localizados os melhores e mais antigos museus da cidade. 
 
Os destaques incluem as três galerias de arte de Pinakothek: a Galeria de Imagens Antigas (Alte Pinakothek) com suas belas coleções de pinturas holandesas, flamengas, italianas, francesas, alemãs, espanholas e medievais; a Nova Galeria de Imagens (Neue Pinakothek) com suas exposições de arte que vão do Rococo ao Art Nouveau; e a Galeria Estatal de Arte Moderna (Pinakothek der Moderne), que inclui obras de Picasso e Warhol. Outros museus são a Glyptothek e a Coleção Antiguidades do Estado (Staatliche Antikensammlung) com suas grandes compilações de esculturas antigas e antiguidades, quanto as igrejas incluem a Igreja Barroca de Theatine de St. Cajetan e a Ludwigskirche com sua encantadora fachada flanqueada por duas torres gêmeas.
 
Curiosidades
A Königplatz foi usada durante o Terceiro Reich como uma praça para os comícios de massa do Partido Nazista. A Brown House, a sede nacional do Partido Nazista na Alemanha, estava localizada em 45 Brienner Straße, perto da praça.
 
Dois Templos de Honra (Ehrentempel) foram erguidos no lado leste da Königsplatz, eles “consagraram” os restos dos dezesseis nazistas mortos no Beer Hall Putsch 1923. Eles eram adorado pelos nazistas como mártires. Ambos os templos foram demolidos pelo exército dos EUA em 1947, embora suas plataformas permaneçam até hoje. 
 
Dois edifícios do partido nazista construídos por Paul Troost ao lado dos templos ainda existem; Em um deles, o Führerbau, o Acordo de Munique foi assinado em 1938. Hoje é uma escola de música e teatro chamada Hochschule für Musik und Theater München.
 
Após a guerra, a Königsplatz foi restaurada para a sua aparência pré-guerra.
 
Endereço: Königsplatz 1, 80333 München
 
 
 

Leave a Response